Visão geral do plano de proteção de veículos

BH proteção veicular - Comparação de quilometragem do plano de proteção de veículos

Um contrato de plano de proteção de veículo (VPP) é um contrato de serviço que cobre a avaria mecânica de peças específicas do seu carro após o término da garantia de fábrica.

Os planos de proteção de veículos variam de cobertura pára-choque a pára-choque, que cobre quase tudo o que uma garantia de fábrica cobre, até uma garantia de trem de força que cobre apenas o essencial.

Cobertura do Plano de Proteção Veicular

Embora existam muitos planos por aí, a cobertura exclusiva é o nível mais alto. Este tipo de contrato cobre qualquer avaria mecânica, exceto uma lista de exclusões, daí o nome. Também é chamada de cobertura abrangente, de fábrica ou de pára-choque a pára-choque.

Todos os outros contratos são planos de componentes declarados . Estes cobrem apenas as partes exatas escritas no contrato. Há uma grande variedade nesse tipo e algumas empresas oferecem planos de dois, três ou quatro componentes declarados.

Exemplo de plano de proteção de veículos GM

A título de exemplo, seguem abaixo os três planos de proteção que a GM oferece para suas marcas: GMC, Chevrolet, Buick e Cadillac. O plano Platinum é uma apólice de exclusão, enquanto os outros dois são níveis diferentes de cobertura de componentes declarados.

BH proteção veicular – Comparação de quilometragem do plano de proteção de veículos

Exclusões do Plano de Proteção de Veículos

Mesmo o plano de exclusão mais elevado não cobre tudo. Nenhuma garantia ou garantia estendida o faz. Abaixo estão alguns exemplos de exclusões comuns de contratos de serviço de veículos:

  • Modificações pós-venda
  • Danos cosméticos e peças como acabamentos e estofados
  • Danos causados ​​por acidentes ou pelo meio ambiente
  • Danos por uso indevido ou falta de manutenção
  • Desgaste normal
  • Serviços de manutenção programada
  • Peças vestíveis, como pastilhas de freio e filtros

Termos e Condições do Plano de Proteção de Veículos

Além das exclusões, os planos de proteção de veículos também vêm com termos que descrevem o seguinte:

  • Quanto tempo é o período de espera
  • Como cancelar o contrato
  • Como contestar uma decisão de reclamação se você acha que ela foi negada injustamente
  • Como manter registros de manutenção
  • Como enviar uma reclamação
  • Como transferir a garantia
  • Onde levar o carro para reparos

Esta é uma área importante a ser observada ao comprar um VSC. Nem todas as empresas oferecem garantias de devolução do dinheiro em 30 dias, mas a maioria das empresas respeitáveis ​​oferece. Além disso, as empresas têm diferentes períodos de espera.

Normalmente, você tem que esperar 30 dias e 1.000 milhas após adquirir o plano para enviar uma reclamação. Algumas empresas têm períodos de espera mais curtos e outras mais longos. O período de espera garante que as empresas não paguem por problemas pré-existentes logo após o cliente adquirir um plano.

Vantagens do Plano de Proteção de Veículos

As empresas mais conceituadas oferecem as três vantagens a seguir com contratos de manutenção de veículos:

  • Assistência rodoviária : cobre partida auxiliar da bateria, assistência de bloqueio, entrega de combustível, instalação de pneu sobressalente e reboque.
  • Cobertura de aluguel de carro : cobre um carro alugado, até um limite, enquanto seu carro estiver na oficina para um reparo coberto.
  • Interrupção de viagem : Reembolsa os custos de alimentação e hospedagem, até um limite, se você tiver uma avaria a mais de 100 a 200 milhas de casa (varia de acordo com a empresa).

Algumas empresas também vão além. Por exemplo, o Endurance oferece um ano grátis de benefícios Endurance Elite, que inclui vantagens como substituição de chaveiro e descontos em colisões. Da mesma forma, Omega Auto Care oferece manutenção gratuita em todos os planos por um ano e reparo de pneus perigosos durante a vigência do contrato.

Certifique-se de dar uma olhada nos benefícios extras de uma empresa pelo valor que ela pode agregar à equação.

BH proteção veicular – Comparação de quilometragem do plano de proteção de veículos

Vale a pena um plano de proteção veicular

A principal coisa que você deve se perguntar é se o custo de um plano de proteção veicular vale a pena para você. Algumas marcas de automóveis são conhecidas pela sua confiabilidade, enquanto outras não. Sempre existe a chance de você não usar o valor total do plano, mas, ao mesmo tempo, existe a chance de que ele se pague muitas vezes.

Também é difícil atribuir um valor monetário à tranquilidade que um plano de proteção automotiva pode trazer. É bom saber que determinados sistemas do seu carro estão cobertos por um determinado período de tempo. Você não precisa se preocupar com a falha desses sistemas.

Portanto, com um plano de proteção, você está pagando por duas coisas principais: reparos futuros em seu carro e a segurança de que determinados reparos em seu carro serão cobertos. Não estamos dizendo que ter um plano de proteção significa que você não precisa reservar nenhuma economia para reparos de veículos. Nenhum plano cobre 100% do seu carro e todos os planos de proteção têm certos requisitos para que os reparos sejam cobertos. Mas ter um plano pode definitivamente aliviar parte do estresse financeiro de reparos repentinos.

Como tirar o máximo proveito de um plano de proteção

A melhor coisa que você pode fazer quando tem um plano de proteção veicular é seguir o cronograma de manutenção recomendado para seu carro. Na verdade, esta é uma condição exigida por muitos planos de cobertura estendida.

Ter um plano de proteção veicular não é desculpa para sentar e deixar seu carro se deteriorar. Se você não cuidar bem do seu carro, há uma chance maior de que as coisas dêem errado e falhem. Se um provedor de cobertura descobrir que você não seguiu os procedimentos de manutenção padrão, ele poderá negar seu pedido de reparo.

A manutenção padrão inclui trocas regulares de óleo, rotações de pneus, verificações de fluidos e serviços maiores em intervalos de 60.000 e 90.000 milhas. A maioria dos planos de proteção de veículos também não cobre itens de desgaste, como filtros e mangueiras.

BH proteção veicular – Comparação de quilometragem do plano de proteção de veículos

FAQ

O que cobre a proteção veicular?

A proteção veicular geralmente cobre danos resultantes de acidentes, incêndios, roubos e furtos. Além disso, muitos planos oferecem assistência em caso de pane mecânica ou elétrica, reboque, troca de pneus, e até mesmo assistência jurídica em caso de acidentes que resultem em ações legais.

Como funciona o seguro Proteção veicular?

O seguro de proteção veicular funciona de maneira semelhante ao seguro de carro tradicional, mas é geralmente organizado por associações ou cooperativas que não têm fins lucrativos. Os membros pagam uma taxa mensal que é usada para cobrir os prejuízos dos associados em caso de sinistro. A cobertura é determinada pelo tipo de plano escolhido pelo membro, que pode variar em termos de extensão e valor de cobertura.

Qual a desvantagem da proteção veicular?

Uma das principais desvantagens da proteção veicular, especialmente quando fornecida por associações ou cooperativas, é que ela não é regulamentada pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), o que pode gerar certa incerteza quanto à garantia de cobertura em caso de sinistro. Além disso, algumas proteções veiculares têm restrições de cobertura mais rígidas comparadas aos seguros tradicionais.

Em quais situações o seguro não cobre?

Geralmente, o seguro não cobre danos causados por uso indevido do veículo, como dirigir sob influência de álcool ou outras substâncias, danos intencionais causados pelo proprietário ou por terceiros, e danos ocorridos durante a participação em corridas ou eventos automobilísticos. Além disso, problemas relacionados à falta de manutenção do veículo também não são cobertos.

Conclusão

A proteção veicular pode ser uma alternativa ao seguro tradicional de veículos, oferecendo cobertura para uma variedade de incidentes e assistências. No entanto, é importante estar ciente das possíveis desvantagens, como a falta de regulamentação e restrições de cobertura. Os proprietários de veículos devem avaliar cuidadosamente as condições e termos da proteção veicular para garantir que ela atenda às suas necessidades específicas e proporcionar uma cobertura adequada em caso de sinistros.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Post Relacionados